Casa da unidade

Informações

Nome do Cântico: Casa da unidade

Autor(a): Danielle Ricci

Inserido em: 16 de Setembro de 2015

Intro: Sol Dó Sol Dó

Sol               Si-                     Dó           Sol                                Si-               Dó
Sonho e na mente uma imagem, onde é que eu já a vi não sei dizer,
Sol                                           Ré                     Dó                               Sol
Vejo um mundo cheio de paz, onde o sol aquece por amor
Mi-    Si-       Dó          Sol (Sol/Dó)
E uma chuva que cai e vai para chegar a nós.

Sol            Si-                   Dó      Sol                      Si-              Dó
E naquele vale há uma casa, todos nós morávamos ali,
Sol                                       Ré                               Dó                            Sol
Éramos irmãos sempre juntos, mas uma noite não sei porquê,
Mi-           Si-                             Dó      Sol
O céu cheio de estrelas porém uma tempestade direi.

Sol               Si-                       Dó      Sol                 Si-            Dó
Então meu irmão fez suas malas e daquela casa lá se foi,
Sol                              Ré                     Dó                                                 Sol
Depois outro e um outro ainda, afastaram-se p’ra longe dali
Mi-         Si-    Dó          Sol (Si-)
E a casa vazia até eu a abandonei.


Mi- Ré Dó Sol (Si-)
Dizem que agora as paredes que restam são montanhas de pedra e mais,
Mi- Ré Dó Sol (Si-)
Dizem que agora o antigo atalho é um rio de lama e mais, diz-se ainda
Mi- Ré Dó Sol
Agora do tempo em que há harmonia com o sol no alto
Dó Si- Lá- Sol
Que continua a aquecer, por amor sempre, esperando sempre,
Dó Si- Sol/Ré4/Ré
Que continua a aquecer, por amor sempre, esperando-nos...


Sol Si- Dó Sol Si- Dó
Sonho e na mente uma imagem, onde é que eu já a vi não sei dizer,
Sol Ré Dó Sol
Vejo um mundo cheio de paz, onde o sol aquece por amor
Mi- Si- Dó Sol (Sol/Dó)
E uma chuva que cai e vai para chegar a nós.

Sol Si- Dó Sol Si- Dó
E naquele vale há uma coisa, todos nós estamos voltando ali
Sol Ré Dó Sol
Após viagens tanta aventura e experiências que são só certezas
Mi- Si- Dó Sol
E nos reencontramos na casa da unidade

Sonho e na mente uma imagem, onde é que eu já a vi não sei dizer,
Vejo um mundo cheio de paz, onde o sol aquece por amor
E uma chuva que cai e vai para chegar a nós.

E naquele vale há uma casa, todos nós morávamos ali,
Éramos irmãos sempre juntos, mas uma noite não sei porquê,
O céu cheio de estrelas porém uma tempestade direi.

Então meu irmão fez suas malas e daquela casa lá se foi,
Depois outro e um outro ainda, afastaram-se p’ra longe dali
E a casa vazia até eu a abandonei.

Dizem que agora as paredes que restam são montanhas de pedra e mais,
Dizem que agora o antigo atalho é um rio de lama e mais, diz-se ainda
Agora do tempo em que há harmonia com o sol no alto
Que continua a aquecer, por amor sempre, esperando sempre,
Que continua a aquecer, por amor sempre, esperando-nos...


Sonho e na mente uma imagem, onde é que eu já a vi não sei dizer,
Vejo um mundo cheio de paz, onde o sol aquece por amor
E uma chuva que cai e vai para chegar a nós.

E naquele vale há uma coisa, todos nós estamos voltando ali
Após viagens tanta aventura e experiências que são só certezas
E nos reencontramos na casa da unidade

Dizem que agora as paredes que restam são montanhas de pedra e mais,
Dizem que agora o antigo atalho é um rio de lama e mais, diz-se ainda
Agora do tempo em que há harmonia com o sol no alto
Que continua a aquecer, por amor sempre, esperando sempre,
Que continua a aquecer, por amor sempre, esperando-nos...

1 pessoa gosta deste cântico.