Faz-te ao largo! Lança as redes

Informações

Nome do Cântico: Faz-te ao largo! Lança as redes

Autor(a): Golgotha

Inserido em: 12 de Fevereiro de 2016

Sol        Dó9     Lá-                Ré
Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!
Faz-te ao largo! Serás pescador de homens!
Faz-te ao largo! Serás fermento no Povo!
Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!


Sol         Dó9     Lá-    Ré
Sempre que olhas para trás
Mi-       Lá-      Ré
E sentes o peso da luta
Dó      Lá-         Ré
E tudo parece fracasso
Mi-           Lá-              Ré        Dó  Lá-  Ré  Ré7
Sabes que há sempre uma esperança… Escuta:

Sempre que dás o melhor
E as coisas não são como querias
E tudo parece perdido
Sabes que alguém te dá força… O Messias:

Sempre que sonhas a vida
E o real te contradiz
E tudo parece morrer
Sabes que a voz não se cala e te diz:

Sempre que falas de paz
E os homens não querem sentir
E tudo parece falhar
Sabes que é o medo que têm de ouvir:

Sempre que queres renovar
E à volta de ti ninguém crê
E tudo parece parado
Sabes que Cristo insiste: Vem ver!

Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!
Faz-te ao largo! Serás pescador de homens!
Faz-te ao largo! Serás fermento no Povo!
Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!


Sempre que olhas para trás
E sentes o peso da luta
E tudo parece fracasso
Sabes que há sempre uma esperança… Escuta:

Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!
Faz-te ao largo! Serás pescador de homens!
Faz-te ao largo! Serás fermento no Povo!
Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!


Sempre que dás o melhor
E as coisas não são como querias
E tudo parece perdido
Sabes que alguém te dá força… O Messias:

Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!
Faz-te ao largo! Serás pescador de homens!
Faz-te ao largo! Serás fermento no Povo!
Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!


Sempre que sonhas a vida
E o real te contradiz
E tudo parece morrer
Sabes que a voz não se cala e te diz:

Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!
Faz-te ao largo! Serás pescador de homens!
Faz-te ao largo! Serás fermento no Povo!
Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!


Sempre que falas de paz
E os homens não querem sentir
E tudo parece falhar
Sabes que é o medo que têm de ouvir:

Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!
Faz-te ao largo! Serás pescador de homens!
Faz-te ao largo! Serás fermento no Povo!
Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!


Sempre que queres renovar
E à volta de ti ninguém crê
E tudo parece parado
Sabes que Cristo insiste: Vem ver!

Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!
Faz-te ao largo! Serás pescador de homens!
Faz-te ao largo! Serás fermento no Povo!
Faz-te ao largo! Lança as redes de novo!

1 pessoa gosta deste cântico.