Lança-te (voa bem mais alto)

Informações

Nome do Cântico: Lança-te (voa bem mais alto)

Autor(a): Irmã Maria Amélia Costa

Inserido em: 25 de Setembro de 2015

Lá                       Lá9
Não fiques na praia com o barco amarrado,
E medo do mar.
Ré                                     Mi
Tudo aqui é miragem, mas na outra margem

Alguém a esperar.

Como onda que morre sozinha na praia,
Não fiques brincando...
No mar confiante, ensina o teu canto
De ave voando.

Lá                            Ré                     Mi
Voa bem mais alto, livre sem alforge,
Dó#-     Fá#-
Nem prata, nem ouro,
Mi          Mi9
Amando este mundo, esta vida que é campo

Que esconde o tesouro. (bis)


Ninguém te ensinou, mas no fundo tu sentes
Asas p’ra voar.
Nem que o céu se tolde e as nuvens impeçam,
Tu não vais parar.

Há gente vivendo tranquila e contente
Como eu já vivi.
És águia diferente, céu azul cinzento
Foi feito p'ra ti.

Voa bem mais alto livre sem alforge,
Nem prata, nem ouro,
Amando este mundo, esta vida que é campo
Que esconde o tesouro. (bis)

Não fiques na praia com o barco amarrado,
E medo do mar.
Tudo aqui é miragem, mas na outra margem
Alguém a esperar.

Como onda que morre sozinha na praia,
Não fiques brincando...
No mar confiante, ensina o teu canto
De ave voando.´

Voa bem mais alto, livre sem alforge,
Nem prata, nem ouro,
Amando este mundo, esta vida que é campo
Que esconde o tesouro. (bis)


Ninguém te ensinou, mas no fundo tu sentes
Asas p’ra voar.
Nem que o céu se tolde e as nuvens impeçam,
Tu não vais parar.

Há gente vivendo tranquila e contente
Como eu já vivi.
És águia diferente, céu azul cinzento
Foi feito p'ra ti.

Voa bem mais alto livre sem alforge,
Nem prata, nem ouro,
Amando este mundo, esta vida que é campo
Que esconde o tesouro. (bis)

5 pessoas gostam deste cântico.