Lancei minha rede ao mar

Informações

Nome do Cântico: Lancei minha rede ao mar

Autor(a): João Paulo Vaz

Inserido em: 12 de Fevereiro de 2016


Lancei minha rede ao mar,

lancei porque acreditei
Mi       Lá
na força do Teu olhar, lancei!

Contei mesmo com teus braços,
só os meus e os teus podiam
minhas redes, porque sós, rompiam!


E na praia deste mar

teus amigos estão sentados (estão sentados),
Mi      Lá
estão cansados de esperar, cansados.

Leva o barco e faz-te ao largo,
rema sempre rumo ao sol (rumo ao sol),
e se o sal te for amargo, é sal.

Vira a terra, volta o mundo,
deixa abrir teu coração (teu coração),
o pão desse mar profundo, é pão.

Nos caminhos desta vida,
se algum dia Ele te chamar (Ele te chamar),
outras redes tu irás, lançar.

Lancei minha rede ao mar,
lancei porque acreditei
na força do Teu olhar, lancei!

Contei mesmo com teus braços,
só os meus e os teus podiam
minhas redes, porque sós, rompiam!

E na praia deste mar
teus amigos estão sentados (estão sentados),
estão cansados de esperar, cansados.

Leva o barco e faz-te ao largo,
rema sempre rumo ao sol (rumo ao sol),
e se o sal te for amargo, é sal.

Vira a terra, volta o mundo,
deixa abrir teu coração (teu coração),
o pão desse mar profundo, é pão.

Nos caminhos desta vida,
se algum dia Ele te chamar (Ele te chamar),
outras redes tu irás, lançar.

Ainda ninguém gosta deste cântico.